feminefisioterapia

Archive for abril 2011

Em outro post mostramos a técnica de Radiofrequência como sendo uma opção para o tratamento da flacidez de pele e da amenização de rugas e linhas de expressão através do estímulo sobre o tecido cutâneo à proliferação de novas fibras colágenas. Este procedimento é considerado inovador, pois não são necessários cuidados extras após o procedimento, o que não afeta o ritmo de vida da mulher moderna.

A aplicação da Radiofrequência nas disfunções dermatológicas ainda é muito recente. Seu uso foi liberado nos Estados Unidos apenas em 2002 pela US Food and Drug Adminstration (FDA). Desde lá, muitos aparelhos vêm surgindo e a técnica tem sido refinada, cada vez mais, para que melhores resultados sejam alcançados e a segurança do paciente seja garantida.

Logo, surgem no mercado várias opções de tratamento com Radiofrequência. Você deve se perguntar qual é a diferença entre tantos tipos de Radiofrequência. Monopolar, bipolar ou tripolar? Qual seria a melhor?

Primeiramente entenda como a onda de Radiofrequência é gerada:

  1. O equipamento é conectado a uma fonte de energia elétrica para gerar a corrente de Radiofrequência.
  2. Esta corrente penetra nos tecidos através de eletrodos de contato.
  3. A circulação da corrente entre os eletrodos é que vai aumentar a temperatura na área tratada.

As diferenças entre os tipos de Radiofrequência estão no item 2, ou seja, na configuração dos eletrodos que alteram a maneira como a corrente penetra no tecido. Então:

Radiofrequencia Monopolar

É a primeira geração de equipamentos que surgiu. A corrente é gerada e penetra na pele através de um cabeçote móvel até uma placa de retorno que é colocada em uma região distante da área de tratamento. A energia se concentra próxima ao cabeçote e diminui rapidamente com a distância chegando até uma profundidade de 6 mm. Os primeiros equipamentos combinavam juntamente com o aquecimento propriedades de resfriamento, além de utilizar anestesia tópica. Hoje em dia, com a criação de novos aparelhos, isso não é mais necessário. Um exemplo dessa modalidade é o aparelho Spectra da marca Tonederm.

 

Radiofrequência Bipolar

É a segunda geração. Nesta, os eletrodos de saída e retorno da corrente estão no próprio cabeçote. Portanto, na Radiofrequência Bipolar não é necessário a placa de retorno. A energia gerada por esse dispositivo teria um efeito mais superficial de até 2 mm de profundidade. Dessa maneira, menos corrente é requerida para atingir o mesmo efeito, pois a corrente passa através de um pequeno volume de tecido. Podemos citar como modelo da Bipolar o aparelho Accent da marca Alma Lasers.

Radiofrequência Tripolar

É a terceira geração de equipamentos desenvolvida. O desenho tripolar é baseado em três ou mais eletrodos. Como nos outros tipos de Radiofrequência, a energia é gerada quando a corrente passa entre os eletrodos. A profundidade da penetração é aproximadamente a distância média entre os três eletrodos. O aparelho Hertix, da marca KLD apresenta um cabeçote aplicador nesse modelo.

 

Portanto, o que difere entre tantos equipamentos é a configuração dos eletrodos, sendo a interação entre a corrente e o tecido similar. Ainda não encontramos estudos comparativos entre os equipamentos. Mas sabendo que todos emitem a energia de Radiofrequência, que é responsável pelas mudanças em sua pele, cabe ao profissional competente usar o aparelho da maneira adequada à disfunção e aliar outros recursos para potencializar os resultados.

Anúncios

Celulite e gordura localizada são os problemas estéticos que mais afligem a mulher brasileira. O lado bom da história é existem tratamentos eficazes, indolores e não-invasivos para quem quer ficar mais bonita como, por exemplo, o Manthus.

Essa tecnologia combina correntes elétricas e ultra-som para aliviar essas duas dores de cabeça de uma só vez. Enquanto a absorção da onda ultra-sônica provoca a alteração da membrana da célula de gordura para reduzir seu tamanho, a corrente elétrica permite que as toxinas sejam eliminadas mais rapidamente. Essas duas ações acabam por acelerar o metabolismo, melhorar a circulação sanguínea e o aporte de oxigênio e por conseqüência reduzir medidas, afinar a silhueta e diminuir as ondulações da celulite.

Vale lembrar que o Manthus não resolve flacidez muscular! Se este também for o problema, pede ser adicionada ao tratamento alguma técnica para enrijecer o músculo, por exemplo, usando a Corrente Russa ou associando o Pilates.

Os efeitos que o Manthus proporciona podem ser potencializados com a realização de Drenagem Linfática Manual. Os movimentos lentos, direcionados e indolores da técnica são importantes para auxiliar a eliminar do organismo os resíduos desnecessários e manter o equilíbrio celular.

Portanto, o segredo do tratamento de gordura e celulite está na combinação de técnicas!

 

 Após a cirurgia de câncer de mama podem surgir alterações na amplitude de movimento do ombro do mesmo lado da cirurgia, diminuição da força muscular, linfedema e aderências. Essas alterações interferem negativamente na vida da mulher mastectomizada. Portanto, a fisioterapia é fundamental, por propiciar desde a recuperação funcional até a prevenção de complicações que são responsáveis pela dificuldade das pacientes em realizar as atividades de vida diária.

Nesta etapa do tratamento fisioterapêutico, geralmente está incluída a reeducação respiratória, movimentação dos membros superiores, massagens para prevenção de aderências, fibroses e linfedemas, caminhada com orientação postural, o posicionamento correto do braço, exercícios para a circulação, controle da dor e orientações para a realização de movimentos dos ombros e pescoço.

A mobilização do ombro, quando realizada precocemente, parece auxiliar no restabelecimento dos movimentos do braço e desperta na mulher o sentimento de independência, além de estimular sua percepção em relação à importância da qualidade de vida no processo de tratamento.

A fisioterapia atua sobre os trajetos dos vasos linfáticos, através da drenagem linfática, promovendo a reabsorção e a condução do acúmulo de líquido da área edemaciada, para as áreas normais, e incentivando o desenvolvimento das vias colaterais de drenagem, a fim de controlar a expansão a longo prazo.

A bandagem, ou enfaixamento compressivo, é utilizada para manter e incrementar os efeitos da drenagem linfática manual, aumentando o fluxo linfático e prevenindo um novo acúmulo de líquido após a drenagem.

O INCA disponibiliza algumas orientações às mastectomizadas neste site

 

15° semana

Seu bebê está se tornando mais ativo agora. Os rins já estão produzindo urina.

16° semana

Seu bebê tem agora em torno de 16 centímetros de comprimento. Seu rosto tem características como pálpebras, orelhas e lábio superior. Ele pode ouvir sons agora. O sistema digestivo está trabalhando, até mesmo o estômago. A genitália externa do bebê também está definida e você é capaz de vê-la através de um exame de ultra-som.

 

 

 

 

Que sua Páscoa seja um momento de reflexão, oração, Fé e caridade. Um momento para repensar e também agir. Que você tenha momentos de paz e harmonia junto com as pessoas que ama e que sejamos todos abençoados com muita luz, renovação e prosperidade!

Desejamos uma FELIZ E ABENÇOADA PÁSCOA para todos!

Com carinho

Marcele, Juliana e Luísa

Calçar sapatos

Para calçar meias e sapatos, sente-se e cruze uma perna sobre a outra. Na gestação, os pés ficam ligeiramente aplainados, o que gera instabilidade e desequilíbrios, portanto, os sapatos devem fornecer segurança e conforto. Os sapatos de salto muito alto são contra-indicados.

Viagens

  • Durante a gravidez, o cinto de segurança deve ser abotoado sobre o quadril, mais abaixo no abdome para prevenir possíveis lesões sobre o bebê em caso de possível acidente;
  • Evitar a extensão dos braços e pernas, mantendo-os semiflexionados;
  • Aproximar o banco da direção sem comprimir o abdome;
  • Parar freqüentemente em caso de viagens muito longas, para movimentação, alongamento e alívio da pressão sobre a bexiga;

  • Quanto a viagens aéreas, segundo a ACOG, a gestante pode viajar até 36 semanas, desde que não haja contra-indicações médicas.

Décima Terceira Semana

Seu bebê está começando a crescer a passos rápidos. Os órgãos estão totalmente formados e crescerão mais neste trimestre. Neste instante, o baço está trabalhando para produzir células vermelhas. Os hormônios sexuais do seu bebê (estrogênio e testosterona) também estão sendo produzidos. Em um ultra-som, você pode ver seu bebê fazendo movimentos de respiração e deglutição.

Décima Quarta Semana

Os olhos estão começando a se mover e os braços e pernas podem agora se fletir. Suas mãos logo abrirão e fecharão, movimentando seu punho e movimentos como tocar suas mãos e sua boca estão acontecendo com maior frequência. Os órgãos do paladar e do olfato estão se desenvolvendo. Além disso, a pele do bebê está começando a ficar mais espessa e os folículos pilosos começam a aparecer logo abaixo da superfície da pele.


%d blogueiros gostam disto: