feminefisioterapia

SHANTALA – mais que uma massagem em seu bebê

Posted on: 07/04/2011

          A Shantala é uma massagem proveniente da Índia. Ela foi trazida para o Ocidente por Fréderíck Laboyer depois da contemplação de um espetáculo da mais pura beleza. Este espetáculo era de uma mãe em especial, chamada Shantala, que massageava seu filho sobre suas pernas. Era uma troca de amor tão profunda que em meio a tanta pobreza e sordidez da cidade de Calcutá chamava a atenção. A observação diária dessa mãe proporcionou que esse simples e puro ritual fosse espalhado para o mundo.

          Essa massagem é uma troca de amor entre você e seu filho. Fazê-la com carinho, atenção, cuidado, dedicação e harmonia é essencial.

          Laboyer apresenta a massagem em um livro chamado “Shantala massagem para bebês arte tradicional”. Acompanhe nesse vídeo, a massagem realizada no programa Estrelas, da Rede Globo, em dois de abril de 2011.

 

          Confira algumas particularidades

  • Espere seu filho completar um mês para fazer a massagem propriamente dita. Antes disso, toque seu filho desde o princípio, para que ele se sinta em contato com você. Sabemos da grande importância dos íntimos contatos corporais entre mãe e filho.
  • Não realize a Shantala após a mamada ou refeição.
  • Faça-a pela manhã, podendo ser repetida a tarde, antes do sono.
  • Se liberte. Relaxe. Se doe.
  • Permita que suas mãos fiquem livres. Mãos leves no início. Deixe passar a força aos poucos.
  • Toques lentos e calmos. Encontre o ritmo adequado, aquele que corresponde ao coração e não às mãos.
  • Deixe-se guiar pelas reações da criança. Seu mestre é o seu bebê, ele vai ensiná-la e instruí-la.
  • Esqueça o relógio. A duração da massagem é de acordo com a aceitação de seu bebê e a sua experiência. Portanto, ela começa com alguns minutos. Sem perceber, sua massagem já estará sendo realizada em 20 a 30 minutos.
  • Faça-a pelo menos até os 4 meses, ou enquanto a criança ainda não conseguir mudar de lugar. Mas, citando Laboyer:

“De fato, para a felicidade tanto de um quanto de outro, nada impede de ir mais longe.”

 

Procure o seu fisioterapeuta para ajudá-la em caso de qualquer dúvida!

 

 

      

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: