feminefisioterapia

Aparelho Circulatório na Gravidez

Posted on: 01/08/2011

A maior parte das adaptações do aparelho cardiovascular ocorrem logo no primeiro trimestre. Inicialmente, observa-se um incremento da Frequência Cardíaca (número de batimentos cardíacos) de repouso de cerca de 10-15 batimentos cardíacos por minuto. Além disso, ocorre um aumento em torno de 30-50% do Débito Cardíaco (volume de sangue bombeado pelo coração em um minuto). O volume de sangue materno também aumenta, com um aumento de volume plasmático de aproximadamente 40%.

Na gestação, a pressão arterial diminui e esta redução é mais marcante no segundo trimestre, pois guarda íntima relação com o desenvolvimento placentário, mais expressivo neste período.

Está comprovada a influência da postura na dinâmica circulatória da gestante. O fenômeno conhecido por Síndrome de hipotensão supina descreve uma queda significativa do débito cardíaco, pela compressão da veia cava inferior pelo útero, quando a grávida permanece em decúbito dorsal (deitada de barriga para cima) por cerca de 4 – 5 minutos. Esta compressão desencadeia um reflexo chamado vasovagal que acarreta bradicardia (redução dos batimentos cardíacos), hipotensão (redução da pressão arterial) e lipotimia (perda de consciência acompanhada de palidez e suores frios). O distúrbio é rapidamente corrigido quando a gestante é posicionada em decúbito lateral. Além disso, a veia cava, comprimida pelo útero aumentado, determina a formação de edemas e varizes em membros inferiores.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: