feminefisioterapia

Mastite é uma infecção bacteriana de um ou mais segmentos da mama, geralmente unilateral, tendo como porta de entrada, na maioria das vezes, a fissura mamilar.

Dentre os fatores predisponentes das mastites estão fadiga, estresse e todas as situações que favoreçam a estagnação do leite materno. Os agentes mais comuns causadores das mastites são: Staphylococcus áureos, Escherichia coli e, raramente, Streptococcus.

O quadro clínico da mastite é caracterizado por dor intensa, calor e hiperemia no local afetado, febre e mal-estar geral. Os sintomas gerais, em muitos casos, lembram a sintomatologia da gripe. Na maioria dos casos de mastite, o calor e o edema são unilaterais ao contrário do ingurgitamento, que mais frequentemente é bilateral.

É importante salientar que o diagnóstico de mastite não contra-indica a amamentação, sendo fundamental o esvaziamento mamário completo para que se evitem complicações. O ideal é iniciar a mamada pela mama contralateral para que a descida do leite facilite a sucção no lado afetado.

O repouso, associado ao uso de antibióticos e analgésicos, é de fundamental importância para a resolução da mastite. O médico deverá ser consultado para a escolha criteriosa da medicação, considerando-se sempre seus efeitos na criança.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: