feminefisioterapia

Posts Tagged ‘Assoalho Pélvico

Como já falamos em posts anteriores é muito importante para a Saúde das Mulheres que elas fortaleçam seus músculos do assoalho pélvico (veja o post específico sobre assoalho pélvico). Uma das maneiras de se fazer esse fortalecimento é através de cones vaginais.

Um cone vaginal é um dispositivo que se pode inserir na vagina para fornecer resistência e feedback sensorial aos músculos do assoalho pélvico à medida que eles se contraem. Essa terapia é muito útil para ajudar a mulher a distinguir quais são seus músculos perineais, aumentando assim a propriocepção dessa região o que é muito importante, uma vez que muitas mulheres não conseguem distinguir seus músculos perineais.

Comercialmente, encontra-se um conjunto de cinco cones, de forma e tamanho iguais e peso que varia de 25g a 75g.

Quando o cone de peso correto é inserido na vagina ele tende a sair, causando a sensação de perda do cone, fazendo com que os músculos do assoalho pélvico que circundam o cone se contraiam em resposta. Portanto, o cone é mantido na vagina pela contração dos músculos do assoalho pélvico.

Embora os cones sejam de fácil manuseio, a orientação de um profissional capacitado é fundamental, pois assim como existem as indicações, existem também as contra-indicações para o uso dos cones. Além disso, a paciente deve ser orientada quanto a maneira correta de se colocar o cone, qual peso utilizar, qual a duração do tratamento. Com a utilização correta, o cone é um método de sucesso para o fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico.

Anúncios

 

Como a Fisioterapia pode ajudar você a se livrar da Incontinência Urinária?

Através de exercícios de fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico. O objetivo desses exercícios é melhorar a força e resistência desses músculos, aumentando assim a força de fechamento da uretra e melhorando o controle esfincteriano, o que impede a perda de urina.

Como o enfraquecimento dos músculos e ligamentos da pelve ao longo da vida é responsável pela causa da incontinência urinária, os exercícios para o fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico desempenham um importante papel não só no tratamento, mas também na prevenção da incontinência urinária.

Assim, a fisioterapia contribui para a melhora na qualidade de vida dessas mulheres, pois a incontinência causa medo de estar em público além de dificuldades sociais e alterações do sono. Os exercícios são simples e de fácil aprendizado, mas devem ser feitos com a supervisão de um profissional capacitado.

O mais importante é que a incontinência urinária tem tratamento. Portanto, procure ajuda se você já teve ou tem episódios desagradáveis de perda de urina ou se conhece alguém que sofre com esse desconforto. Livre-se desse problema, pois ele tem solução!!

Meninas, hoje vamos falar um pouco sobre um grupo muscular super importante e que, por não estar visível, é esquecido pela maioria das pessoas. O assoalho pélvico é um conjunto de músculos que agem como uma espécie de rede passando do osso púbico na frente de sua pelve para o cóccix e saindo em cada lado para o ísquio (ossos que você pode localizar sentando-se em uma cadeira firme, colocando as mãos sobre os glúteos). A uretra, a vagina e o ânus passam por essa faixa de músculos (ver foto).

Esses músculos, como o próprio nome diz, suportam as vísceras abdominopélvicas. Todo o aumento de pressão abdominal como na tosse, espirro, vômito, defecação ou quando se ergue um peso é transmitido diretamente para esses músculos. Além disso, durante a gestação, o aumento de volume uterino também é suportado pelo assoalho pélvico. Ao longo da vida, todos esses estresses somados, causam o enfraquecimento desses músculos.

No entanto, como já citamos, o fato desses músculos não serem visíveis e não movimentarem nenhum músculo ou articulação faz com que eles sejam esquecidos e não fortalecidos pela grande maioria das mulheres.

 

Por que fortalecer o Assoalho Pélvico?

  • Melhora as sensações sexuais, permitindo maior prazer durante a relação sexual;
  • Melhora a capacidade de alongar e relaxar tornando sua experiência de trabalho de parto mais confortável;
  • Promove rápida recuperação e cicatrização, auxiliando na reconquista de boa qualidade muscular após o parto;
  • Previne incontinência urinária e fecal;
  • Previne prolapsos genitais;
  • Promove estabilidade da musculatura postural.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: