feminefisioterapia

Posts Tagged ‘celulite

 

As mulheres questionam-se sobre isso com muita frequência. Por mais que o inverno esteja se aproximando, os cuidados da estação do calor devem continuar! Alimentação saudável, exercício físico, evitar roupas justas e claro… um tratamento estético sempre vai bem quando o assunto é esse.

Nós, mulheres, somos portadoras de um hormônio poderoso, o estrogênio. Ele é o responsável por muitas funções importantes do nosso organismo. Ele influencia também as formas femininas, fazendo com que os acúmulos adiposos sejam, em maior quantidade, em glúteos e coxas.  Mulheres que apresentam quadris mais largos são chamadas de ginóides, por apresentarem uma maior taxa de hormônio feminino (estrogênio), e, por consequência, são essas que sofrem mais com o depósito de gordura nessa região.

Gordura X Celulite

Cada indivíduo tem um número “X” de células de gordura (adipócitos), que incham e acumulam gordura quando engordamos e murcham quando emagrecemos. Essas células não somem, não rompem, não se degradam, a menos que você tenha feito uma cirurgia plástica ou um procedimento chamado ultracavitação!

Quando os adipócitos encontram-se muito cheios, eles acabam por prejudicar a circulação local. A região atingida não consegue receber os nutrientes dos capilares, expelir os restos metabólicos via sistema venoso e muito menos fazer a drenagem linfática fisiológica por si só, pois os linfáticos são muito mais frágeis que os capilares arteriais e venosos.

A celulite forma-se a partir de todo esse colapso circulatório. O organismo começa a acumular toxinas, água, lipídeos no espaço entre as células e a substância fundamental amorfa (em que as células estão inseridas) se geleifica e fibrosa, tracionando a pele e fazendo os famosos furinhos.

 

Mas como as mulheres magras têm celulite também?

O problema da celulite está no déficit circulatório. Meninas magras também tem estrogênio na corrente sanguínea, o que resulta em acúmulo de gordura na região das pernas. Além disso, qualquer coisa que prejudique a circulação como o uso de roupa muito apertada, dieta hipercalórica com muito sódio e o sedentarismo influenciam na retenção hídrica e na formação da celulite.

Os tratamentos para celulite são muitos. Cabe ao terapeuta responsável, após uma avaliação minuciosa, decidir qual é o mais indicado.

Mas lembre-se que além do tratamento estético você precisa ter bons hábitos!

Celulite e gordura localizada são os problemas estéticos que mais afligem a mulher brasileira. O lado bom da história é existem tratamentos eficazes, indolores e não-invasivos para quem quer ficar mais bonita como, por exemplo, o Manthus.

Essa tecnologia combina correntes elétricas e ultra-som para aliviar essas duas dores de cabeça de uma só vez. Enquanto a absorção da onda ultra-sônica provoca a alteração da membrana da célula de gordura para reduzir seu tamanho, a corrente elétrica permite que as toxinas sejam eliminadas mais rapidamente. Essas duas ações acabam por acelerar o metabolismo, melhorar a circulação sanguínea e o aporte de oxigênio e por conseqüência reduzir medidas, afinar a silhueta e diminuir as ondulações da celulite.

Vale lembrar que o Manthus não resolve flacidez muscular! Se este também for o problema, pede ser adicionada ao tratamento alguma técnica para enrijecer o músculo, por exemplo, usando a Corrente Russa ou associando o Pilates.

Os efeitos que o Manthus proporciona podem ser potencializados com a realização de Drenagem Linfática Manual. Os movimentos lentos, direcionados e indolores da técnica são importantes para auxiliar a eliminar do organismo os resíduos desnecessários e manter o equilíbrio celular.

Portanto, o segredo do tratamento de gordura e celulite está na combinação de técnicas!

 


%d blogueiros gostam disto: